C.S.Peirce

Charles Sanders Peirce (1839-1914), cientista, matemático, historiador, filósofo e lógico norte-americano, é considerado o fundador da moderna Semiótica. Graduou-se com louvor pela Universidade de Harvard em química, fez contribuições importantes no campo da Geodésia, Biologia, Psicologia, Matemática, Filosofia. Peirce, como diz Santaella (1983: 19), foi um “Leonardo das ciências modernas”. Uma das marcas do pensamento peirceano é a amplição da noção de signo e, conseqüentemente, da noção de linguagem.

Peirce “foi o enunciador da tese anticartesiana de que todo pensamento se dá em signos, na continuidade dos signos” (p.32); do diagrama das ciências; das categorias; do pragmatismo.

Santaella, L. (2001). Matrizes da Linguagem e Pensamento. São Paulo: Iluminuras.

“Ao morrer, em 1914, Peirce deixou nada menos do que 12 mil páginas publicadas e 90 mil páginas de manuscritos inéditos. Os manuscritos foram depositados na Universidade de Harvard. Apenas vinte anos mais tarde, na década de 1930, surgiria a primeira publicação de textos coligidos nos seis volumes dos Collected Papers, editados por Hartshorne e Weiss. Infelizmente, grande parte dos textos aí coligidos restringiu-se a escritos que Peirce já publicara em vida. (…) Nos anos 1950, Burks acrescentou os volumes 7 e 8 aos Collected Papers, nos quais aparecem temas adicionais… tais como a filosofia da mente e algumas da principais correspondências de Peirce com Lady Welby onde estão expostas discussões importantes da teoria dos signos peirceana.” (p.6) “…em 1976, sob direção de Max Fisch, estabeleceu-se na Universidade de indiana, com sede em Indianápolis, o Peirce Edition Project… sob os auspícios do National Endowment for the Humanities, para a publicação de escritos cronológicos de Peirce em 35 volumes” (p.7), tarefa que ainda hoje não foi terminada. Hoje o Peirce Edition Project está sob a direção de Nathan Houser.

Santaella, L. (1999). O estado da arte dos estudos sobre Peirce: um breve panorama. In Machado, F.R. (org.) Caderno da 2ª Jornada do Centro de Estudos Peirceanos. Editado pelo CEPE-COS/PUC-SP.

Para saber mais sobre a vida e a obra de Peirce, consulte:

Brent, J. (1993) Charles Sanders Peirce: A Life. Bloomington and Indianapolis: Indiana University Press.

Santaella, L. (1983). O que é Semiótica. São Paulo: Brasiliense.

Santaella, L. (1992). A assinatura das coisas. Rio de Janeiro: Imago.

Sebeok, T. A. (1994). Encyclopedic Dictionary of Semiotics. Berlin&New York: Mouton de Gruyter.

Ransdell, J. (1986). “Charles Sanders Peirce (1839-1914) Encyclopedic Dictionary of Semiotics”

http://www.cspeirce.com/

http://www.peirce.org

http://iupui.edu/~peirce/

http://www.iupui.edu/~peirce/robin/robin.htm

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: